Cosméticos naturais: como vender mais com sustentabilidade

Responsabilidade social e ambiental é fundamental para criar uma loja de cosméticos naturais. Saiba mais!

O mercado de produtos naturais vêm crescendo no Brasil e em todo o mundo. Segundo a empresa NaturalTech, o mercado de cosméticos naturais  no Brasil cresce cerca de 20% ao ano e já movimenta mais de R$3 bilhões. Esse crescimento se dá, principalmente, entre os millenials com mais responsabilidade social e ambiental. 

Confira abaixo algumas dicas sobre como vender cosméticos naturais com responsabilidade e garantir um público fiel. 

Conheça os ingredientes

O primeiro passo para vender cosméticos naturais é conhecer os ingredientes de sua composição. Isso porque, para que os cosméticos sejam considerados naturais, não basta que eles tenham produtos naturais na sua fórmula. Para manter a sustentabilidade ambiental, é preciso seguir padrões muito rígidos no seu processo de formulação. 

Por isso, eles devem ser fabricados a partir de ingredientes naturais produzidos com matérias-primas renováveis, sem qualquer ingrediente químico entre seus componentes. Além disso, o uso de conservantes é proibido.

Ingredientes saudáveis

Alguns exemplos de fontes com ingredientes naturais comuns incluem:

  • Óleos naturais:  os óleos de palma e coco são frequentemente usados ​​para derivar álcoois graxos, que são usados ​​como surfactantes químicos. Outros óleos incluem óleo de argan e óleo de abacate. A glicerina, um derivado do óleo de palma, também é bastante usada;
  • Plantas agrícolas:  soja, milho e outras plantas agrícolas são usadas em toda a indústria cosmética para produzir óleos e álcoois. Emulsificantes, surfactantes e biocatalisadores de cosméticos verdes são derivados dessas plantas, que podem ser adquiridas de maneira econômica e sustentável.

Ingredientes não sustentáveis

Por outro lado, alguns ingredientes não sustentáveis e, portanto, que não devem estar na formulação de seus cosméticos naturais são:

  • BHA e BHT, antioxidantes sintéticos usados ​​como conservantes e são mais comuns em batons e cremes hidratantes;
  • Corantes de alcatrão de carvão;
  • Conservantes que liberam formaldeído;
  • Alumínio: comumente usado em antitranspirantes;
  • Dibutil ftalato (DBP): frequentemente encontrado em produtos para as unhas, o DBP é um solvente para tinturas. 

Fique de olhos nas leis vigentes

Outro ponto importante é sempre trabalhar respeitando as leis vigentes. No Brasil, o órgão que fiscaliza os produtos naturais, como os cosméticos, é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). No entanto, não existe uma distinção específica para os cosméticos naturais, apenas cosméticos em geral. Ou seja, as mesmas regras valem para todos. Por isso, você deve cumprir todos os requisitos exigidos pelo órgão. 

Além disso, a legislação determina que um produto cosmético tenha listado em sua embalagem todos os ingredientes que compõem o produto. Dessa forma, nunca compre de fornecedores que não oferecem embalagens com todas as informações necessárias. 

Obtenha certificações

Um dos grandes diferenciais para o varejista que vende cosméticos naturais são as certificações do ramo, que garante mais credibilidade para o seu negócio e garante ao mercado que trabalha com sustentabilidade. 

Existem diversas empresas com essas certificações e você deve cumprir critérios rigorosos para recebê-las. Por exemplo, você pode ter um certificado da IBD Certificações, que garante que seus ingredientes são naturais e orgânicos. 

Além disso, o Grupo Ecocert, uma das principais referências internacionais nesse tipo de certificação, oferece o selo COSMOS  no Brasil, que segue as normas adaptadas para o país pela Ecocert Greenlife e outros quatro organismos de certificação europeu.

Alguns outros selos para uma loja de cosméticos naturais podem ser:

  • Natue – Selos e Certificação;
  • Ecycle – Cosméticos Orgânicos;
  • Ecocert Brasil;
  • Labot – Cosméticos Naturais;
  • Simple Organic – Certificação PETA;
  • SGS – ISO 22716. 

Conheça seus fornecedores

Para você vender cosméticos naturais com responsabilidade social e ambiental, deve contar sempre com bons fornecedores. Você precisa confiar que eles oferecem mercadorias de qualidade e com todas as exigências de um produto natural. Muitas vezes, até mesmo para obter suas certificações é preciso apresentar seus fornecedores. 

Dessa maneira, uma excelente opção é contar com a Gonddo, uma plataforma que conecta varejistas independentes aos melhores fornecedores do Brasil. Um de seus grandes diferenciais é a especialidade dos fornecedores que vendem na plataforma, assim, você encontrará empresas especialistas em cosméticos naturais e garantirá mais qualidade nos produtos que irá vender para seus clientes. 

Além disso, na Gonddo, você tem uma logística e distribuição facilitada, fatores essenciais quando falamos de produtos naturais que requerem mais cuidados com a conservação. 

Gostou das nossas dicas? Então não deixe de entrar em contato com o nosso time de especialistas e tire todas as suas dúvidas.